Histórico

Este Histórico que se segue é uma pequena compilação de informações sobre fatos ocorridos no município de Bariri e que pretendem apenas apontar detalhes interessantes da história de nossa Câmara, para textos mais completos sugerimos a leitura de algumas publicações utilizadas para a montagem deste que segue e citadas ao final.

 

1891

12/07 – Instituição do Município de Bariri com o ato de posse dos seguintes vereadores:
Antonio José de Carvalho, Porfírio Martins de Carvalho, José Alexandre de Castro, Francisco de Paula Carvalho e Joaquim Alves Negrão.

 

1892

07/03 – São empossados os novos membros da Edilidade: Joaquim Lourenço Corrêa, Alfredo de Carvalho, Antonio de Camargo Lopes, Francisco de Paula Carvalho, Henrique Pereira de Toledo e Antonio Rodrigues de Oliveira.

 

1893

07/01 – Nova composição da Câmara: Joaquim Lourenço Corrêa, Jonas Gonçalves Gonzaga, Henrique Pereira de Toledo, Antonio Camargo Lopes, Francisco de Paula Carvalho e Joaquim de Souza Vieira.

 

1894

Este ano é marcado por uma revolta da população de Bariri, descontente com uma série de situações vigentes. Esta revolta culmina na invasão da Câmara e a queima de todo o arquivo.
Após estes fatos o Coronel Joaquim Lourenço Correa desprestigiado e politicamente abatido, retira-se da cidade e seus aliados abandonam os cargos que ocupavam na Câmara Municipal. Instala-se uma nova Câmara com a posse dos seguintes vereadores: Francisco Pires de Almeida, Manoel Augusto Corrêa, Manoel de Assis Bueno, Clementino José Ferreira, Teotônio Alves Negrão e Artur Galvão Rocha.

 

1896

30/01- é aprovado o Regimento Interno da Câmara.

 

1908

A partir deste ano o número de vereadores passou de 6 para 8 e desaparece a figura de “Intendente”, substtiuída pela de “Prefeito”.

 

1930

04/11- Assume o comando da Nação o chefe do movimento revolucionário, Getúlio Vargas, que passou a governar por meio de decretos. No espaço de tempo entre 30 de outtubro de 1930, onde ocorreu a ruptura do sistema, até 28 de junho de 1936, em que se instalou nova Câmara Municipal de Bariri, estiveram a frente da administração pública local, pela ordem, os seguintes cidadãos: Antonio Augusto Pacheco, Dr. Pedro Regina Sobrinho, Tenente Manoel Olegário da Costa, Euclides Gabriel Correa, Sebastião Negrão e Dr. Carlos Baltazar de Azevedo.

 

1937

10/11 – Getúlio prestes a terminar seu mandato, decreta a dissolução do Congresso Nacional e implanta o Estado Novo que vigorou até 1945.
Neste período, nosso município despojado de autonomia, sucederam-se na sua administração os seguintes cidadãos: Antonio de Queiroz, Benedito Gomes, Sadi Fernandes da Silva, Benedito Evaristo Gonçalves, Abelardo Queiroz, Rui Fagundes de Almeida e Carmine Ferro Pinto.

 

1947

09/11 – o eleitorado baririense retorna às urnas e elge seus novos representantes no Executivo e Legislativo.

 

1948

01/01 – Tomam posse o prefeito Dr. Antonio Galízia e os vereadores Domingos Felício Oréfice, Antonio Romero, Guido Guiroti, Arcênio Ticianeli, Farid Jorge resegue, Gabriel Laguerra, João Pedro Minzon, Irnério Marcelino dos Santos, João Bolini, Orlando Beluzo, Primo Pultrini, Renato Dal Poz, Avelino Machado, Silvio Queiroz e Argemiro Ticianeli.

 

1990

02/04 – Insituição da Lei Orgânica do Município de Bariri.

 

Fontes: 
Zanotti, Elísio Francisco: Bariri: O Café e a Reública - Editora e Distribuidora Jaburu, 1988
Gatto, Eugênio Netto: Histórias de Bariri - Gráfica Coletta Ltda - 1993 
Giacone, José Omar(organizador): Anais da Câmara Municipal de Bariri - NSA Gráfica e Editora;