Censo Agro será realizado em Bariri e Câmara fará parte de comissão

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) realizou ontem, dia 09, às 13h30, a primeira reunião com a Comissão Municipal de Geografia e Estatística (CMGE) na sede do CATI. O objetivo deste encontro foi levar total transparência ao município de Bariri em relação ao trabalho realizado pelo IBGE.

Estiveram presentes a vereadora Celiza Fanton Bollini – da Câmara Municipal, Sincler Ap. Policarpo – do setor de Meio Ambiente da Prefeitura Municipal, Paulo Roberto Coutinho – Técnico Agrícola e Gestor Ambiental da Assobari (Associação dos Fornecedores de Cana da Região de Bariri), Robinson Antonio Pitton – CATI (Coordenadoria de Assistência Técnica Integral) e EDR (Escritório de Desenvolvimento Rural), Nivaldo Donizete Muzardo – CATI (Coordenadoria de Assistência Técnica Integral) e CA (Casa da Agricultura) e Deivide Martins Sartori – Técnico em Informações Geográficas e Estatísticas, representante do IBGE.

A partir do dia 1º de outubro de 2017, o IBGE realizará o Censo Agropecuário nos estabelecimentos agropecuários do país – em todos os 5.570 municípios brasileiros. Por isso, é necessário o apoio da sociedade, de autoridades e de estruturas que viabilizem o suporte necessário para a coleta dos dados.

A comissão é formada por representantes dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, como também as entidades de classe, instituições públicas ou privadas. A participação desses órgãos/entidades é de extrema importância, para que eles tenham acesso ao andamento da pesquisa e auxiliem na orientação à população, para que a mesma tenha ciência da veracidade e responsabilidade do Censo.

A pesquisa
A pesquisa pretende investigar informações em cerca de 5,3 milhões de estabelecimentos agropecuários em todos os municípios brasileiros, levantando informações sobre agricultura, extração vegetal, silvicultura, criação de animais de grande, médio e pequeno porte, aquicultura, criação de abelhas, criação de bicho-da-seda, beneficiamento e transformação de produtos agropecuários.

Os dados serão coletados por meio de preenchimento de questionário eletrônico, sobre o total de estabelecimentos e o que produzem; utilização de pessoal e mão-de-obra; caracterização do produtor; distribuição do uso de terras, entre outros dados referentes ao período de 1º de outubro de 2016 a 30 de setembro de 2017. A divulgação dos resultados está prevista para o ano de 2018.

 

Texto e foto: Assessoria de Imprensa e Comunicação da Câmara Municipal

IMG_2151 - Copia